Protocolo Geral de Funcionamento – Prefeitura de Salvador

Protocolo Geral de Funcionamento – Prefeitura de Salvador

A Prefeitura de Salvador publicou um Protocolo Geral de Funcionamento com algumas medidas, tais como:

  • Manter distância mínima de 1,5m entre qualquer pessoa;
  • O uso de máscara facial é obrigatório para todos (funcionários e clientes);
  • Evitar controle de acesso com contato físico (como biométrico ou catracas)

Seja também um fiscal dessas medidas e ajude a proteger a saúde de todos.

Clique aqui e confira o Protocolo Geral de Funcionamento

PROTOCOLO GERAL DE FUNCIONAMENTO – PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR 

 

Carta do Presidente – Diretoria e recadastramento de sócio

Carta do Presidente – Diretoria e recadastramento de sócio

Prezados associados,

Aproxima-se o final do mandato da atual Diretoria do Clube Espanhol, que durante os últimos três anos teve o orgulho de poder representar e servir ao seu quadro social, buscando elevar o Clube a um patamar superior nos serviços ofertados, mesmo diante das diversas dificuldades que se apresentam no dia-a-dia do Clube Espanhol.

Feito o ajuste interno das áreas financeira, tributária, administrativa e jurídica, e a readequação do quadro de pessoal à realidade atual do Clube, passamos a nos dedicar às áreas social, esportiva e patrimonial.

Na área social destacamos o feito da aquisição de novos mobiliários e equipamentos para a piscina, a realização de eventos, das festas típicas e réveillon, e a reforma do Restaurante Soleares. Não podemos deixar de citar a abertura do acesso à praia, que possibilita um banho de mar seguro ao associado. Está em andamento o planejamento para implantação em breve o Parque Aquático, que é um anseio das nossas crianças.

Na área esportiva foi implantada uma nova dinâmica com o incremento das escolinhas de esportes em diversas e novas modalidades. Hoje o Clube Espanhol disponibiliza aulas de futebol, futvôlei, futmesa, tênis, natação, hidroginástica, academia de dança e ginástica, squash e jiu jitsu.

O objetivo desta correspondência, porém, não é apenas informá-los acerca dos avanços já alcançados. Queremos noticiar a consecução de mais um ponto do nosso programa de trabalho, que foi concebido visando a aproximar nosso Clube de seus associados.

Há aproximadamente um ano, objetivando o aperfeiçoamento de nossos sistemas administrativos, de controle, de gestão e financeiro, iniciou-se o planejamento para implantação de um novo Sistema Operacional, mais adequado à realidade dos clubes esportivos e sociais.

No início de 2020, após pesquisa e análise de diferentes propostas, adquirimos o Sistema Multiclubes, o qual, haja vista suas especificidades, permitirá que alcancemos as finalidades almejadas. Além de permitir a rápida e eficaz comunicação entre o Clube e seus sócios, através desse novo Sistema será possível conhecer, de modo preciso, o seu quadro associativo, além de controlar com eficácia o acesso de pessoas às diferentes áreas do Clube, mediante a exigência da apresentação das novas carteiras e da leitura biométrica (impressão digital).

A implantação do Sistema Multiclubes se encontra em estágio avançado e agora se faz necessária a colaboração de todos os associados. Nos próximos dias, através de correspondência e de diferentes meios digitais, será enviada uma nova ficha cadastral, que deverá ser preenchida obrigatoriamente por todos os sócios proprietários, honorários e beneméritos, e pelos respectivos dependentes. As informações constantes dessas fichas serão examinadas à luz dos Estatutos do Clube Espanhol e, na sequência, inseridas no Sistema Multiclubes.

Essa fase, que denominamos de “recadastramento”, deverá ser concluída em meados de outubro, com a instalação das três novas catracas. Será uma fase trabalhosa, que demandará a mobilização de muitos funcionários e exigirá o contato direto e constante com os associados. Contudo, se houver o apoio e a colaboração dos nossos sócios, o trabalho será otimizado, e tudo correrá mais facilmente.

Embora saibamos que podemos contar com vocês, para incentivar essa colaboração, foi proposto e acatado pela Diretoria que os sócios que encaminharem as respectivas fichas preenchidas até o próximo dia 31 de agosto receberão as novas carteiras gratuitamente.

Contando com a ativa participação de todos os associados, participamos que esta Diretoria está firmemente imbuída no propósito de que o Clube Espanhol seja, em breve reconhecido como um dos melhores clubes sociais do Brasil.

Marcos Cal
Presidente

Agradecimento a Gonzalo Fournier

Agradecimento a Gonzalo Fournier

O nosso Cônsul Geral da Espanha anunciou que irá seguir novos caminhos.

Gonzalo Fournier foi um grande parceiro da colônia galega em Salvador e o Clube Espanhol agradece por todo o seu apoio. Desejamos que essa nova empreitada seja repleta de conquistas e realizações.

Confira a carta de Gonzalo Fournier abaixo:

Pérolas soltas de um colar sem fio

Em seu livro “Hispanoamérica”, o grande filósofo espanhol Julián Marías, fez toda uma interpretação, quase uma teoria, de Salvador. Depois, em suas memórias, “Una vida presente”, dedica um capítulo precioso a Bahia, afirmando que encontrou aqui um Brasil novo, diferente do que conhecia, algo como uma intensificação do brasileiro, que lhe entusiasmou. Julián Marías enfatizou que não são muitas as cidades que lhe impressionou tão fortemente, que ficaram tão apegadas, tenazmente, a sua memória. A pequena comunidade de filósofos que conheceu na Bahia, liderada por Antonio Luis Machado Neto, lhe pareceu exemplar como forma de convivência e amizade, graças à “incrível simpatia e capacidade de comunicação dos brasileiros, e principalmente, do Nordeste”.

Ao ter que despedir-me, depois de quatro inesquecíveis anos como Cônsul Geral da Espanha, compartilho este profundo sentimento de amor e apego à Bahia e aos baianos. De fato, me sinto como os milhares de espanhóis que desde os finais do século XIX chegaram à Bahia e ficaram para reconstruir suas vidas nesta generosa terra de acolhimento. Na realidade, eles realizaram o maior dos sonhos: o de ser feliz. Este é o principal motivo pelo qual Salvador é a única cidade e a Bahia o único Estado do Brasil onde nós espanhóis somos a primeira comunidade estrangeira, a mais numerosa: porque aqui somos felizes. São muitos os ingredientes de nossa felicidade, mas sobressaem a alegria, a generosidade e a hospitalidade dos baianos, seu profundo sentimento religioso de gratidão à vida, além das adversidades, e o contato diário com uma natureza belíssima, colorida e exuberante, começando pelo mar, que entra em Salvador com tanto entusiasmo que criou a maior baía navegável do mundo. Na Bahia, você pode se encontrar na sarjeta e seguir olhando as estrelas. Somente na Bahia as estrelas são tão brilhantes e nítidas que parecem “pérolas soltas de um colar sem fio”, como disse o grande poeta baiano, brasileiro e universal, Antonio Castro Alves.

Dedico este artigo a eles, meus compatriotas na Bahia. Foi um privilégio representá-los e servi-los. São dez mil hispano-brasileiros que fazem a Espanha grande no Brasil todos os dias. São nossos heróis discretos. Seus avós e bisavós chegaram à Bahia para trabalhar e viver honestamente, deixando às novas gerações o exemplo de esforço e união. Vieram em navios cujos nomes ainda navegam em suas memórias: o Alcántara, o Santa Cruz, o Cabo San Roque … Trabalharam com essa força que vem da vontade de superação; criaram empresas de todo tipo, das quais hoje são parte relevante do comércio, indústria, serviços e transportes. Para cultivar o amor a sua terra natal, eles fundaram o Clube Espanhol, a Associação Rio Tea e Caballeros de Santiago. Para agradecer a Bahia por sua acolhida e mostrar seu compromisso e solidariedade, construíram o Hospital Espanhol, não reservado a espanhóis, mas dedicado a todos os baianos. Temos a satisfação de que agora é um centro de referência na luta contra o coronavírus.

Na Bahia, a Espanha é mais Espanha. Graças a estes espanhóis, orgulho da epopeia coletiva que foi a imigração espanhola. Isso se deve a um vestígio histórico que remonta a 1625, como recorda o Forte de Santa Maria, cuja placa de entrada comemora a chamada frota restauradora, liderada pelo almirante espanhol Fadrique de Toledo. Foi a maior frota que até então havia cruzado o Atlântico, que conseguiu expulsar definitivamente os holandeses da Bahia. Dizem que se não fosse por essa batalha, a famosa canção “Garota de Ipanema” se cantaria em holandês. Tal é a relevância histórica desse feito que está imortalizado em um lugar de destaque da maior pinacoteca do mundo, o Museu do Prado, em um quadro imenso ” A recuperação da Bahia de Todos os Santos”, que o conde-duque de Olivares mandou pintar para que os espanhóis do futuro nunca esquecessem o nome da Bahia.

Nessas semanas de despedida, compartilho também o sentimento do poeta brasileiro de coração, Mario Quintana. Tem razão: as mãos que dizem adeus são pássaros que vão morrendo lentamente. Sinto cada instante que passa, desejando que nunca acabe. Cada segundo me parece tão intenso que se petrifica. Só no meu relógio as horas vão passando sem sofrer. A Bahia é assim, de uma intensidade que a torna eterna. Dizer adeus a Bahia é impossível. Porque já faz parte do meu ser. A Bahia é uma armadura de belas recordações para enfrentar o futuro incerto e essa sensação de desamparo estrutural causado pela pandemia de coronavírus. O título de Cidadão Baiano, que tive a honra de receber na Assembléia Legislativa, confirma esta realidade: levo a Bahia nas profundezas do meu coração, com eterna gratidão. O verdadeiramente ruim da Bahia é ter que deixá-la.

 

Gonzalo Fournier
Cônsul Geral da Espanha
Cidadão Baiano.

 

DELIBERAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA DIRETORIA EXECUTIVA Nº 002, DE 20 DE MARÇO DE 2020.

DELIBERAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA DIRETORIA EXECUTIVA Nº 002, DE 20 DE MARÇO DE 2020.

Estabelece novas medidas de prevenção ao contágio pelo Novo Coronavírus (COVID-19), e suspende o funcionamento do Centro Espanhol para associados e demais frequentadores.

O PRESIDENTE DA DIRETORIA EXECUTIVA DO CENTRO CULTURAL E RECREATIVO HISPANO-GALEGO – CENTRO ESPANHOL, no uso de suas atribuições legais, com base na previsão estatutária inserida no art. 59, alínea “c”.

CONSIDERANDO a necessidade de intensificar as medidas para evitar a disseminação e o contágio do Novo Coronavírus;

CONSIDERANDO que o Clube Espanhol possui quadro de associados e frequentadores de grande monta e a continuidade das atividades normais do Clube esta propensa à eventual disseminação do vírus;

CONSIDERANDO o que dispõe o Decreto Municipal de nº 32.272 de 19 de março de 2020 no art.1º, o qual determina a suspensão das atividades, a partir de 21 de março de 2020, pelo prazo de 15 (quinze) dias, dos Clubes Sociais, Recreativos e Esportivos, inclusive, sob pena de sanção o seu descumprimento;

RESOLVE

Art. 1º. Suspender as atividades do Centro Espanhol por 15 (quinze) dias podendo ser prorrogado por igual período, caso haja mudança do cenário epidemiológico que justifique tal medida, com possibilidade de revisão a qualquer tempo;

Parágrafo único. Na hipótese da modificação do cenário local que viabilize a retomada das atividades do Centro Espanhol, será publicada nova medida para dar conhecimento aos associados e frequentadores do Clube Espanhol.

Art. 2. Esta Deliberação entra em vigor na data de sua divulgação.

PRESIDÊNCIA DA DIRETORIA EXECUTIVA DO CENTRO ESPANHOL, em 20 de março de 2020.

MARCOS CAL AMORIN
Presidente do Centro Espanhol

DELIBERAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA DIRETORIA EXECUTIVA Nº 002, DE 20 DE MARÇO DE 2020.

DELIBERAÇÃO DA  PRESIDÊNCIA DA DIRETORIA EXECUTIVA Nº 001, DE 19 DE MARÇO DE 2020.

Estabelece novas medidas de prevenção ao contágio pelo Novo Coronavírus (COVID-19), e suspende por 90 (noventa) dias as datas limite previstas para Reuniões Ordinárias e Assembleias Gerais Ordinárias do Centro Espanhol.

O PRESIDENTE DA DIRETORIA EXECUTIVA DO CENTRO CULTURAL E RECREATIVO HISPANO-GALEGO – CENTRO ESPANHOL, no uso de suas atribuições legais, com base na previsão estatutária inserida no art. 59, alínea “c”.

CONSIDERANDO que a classificação da situação mundial do Novo Coronavírus como pandemia significa o risco potencial de a doença infecciosa atingir a população local;

CONSIDERANDO a necessidade de conter a propagação de infecção e transmissão e preservar a saúde dos associados, funcionários do clube e membros da Diretoria Executiva e Conselho Deliberativo;

CONSIDERANDO o que dispõe o Decreto Municipal de nº 32.248 de 14 de março de 2020, no art. 3º, o qual determina a suspensão pelo prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado por igual período, caso haja mudança do cenário epidemiológico que justifique tal medida, com possibilidade de revisão a qualquer tempo, a realização de eventos coletivos para público igual ou superior a 500 (quinhentas) pessoas, realizados por órgãos ou entidades da Administração pública direta, indireta, privados, com ou sem fins lucrativos, que impliquem em aglomeração de pessoas;

CONSIDERANDO o que dispõe o Decreto do Governo do Estado da Bahia, de nº 19.529 de 16 de março de 2020, no art. 7º, I o qual estabelece entre outras vedações, a fim de conter a proliferação do Coronavírus, a proibição de eventos e atividades com a presença de público superior a 50 (cinquenta) pessoas, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, tais como: eventos desportivos, religiosos, shows, feiras, circos, eventos científicos, passeatas e afins;

CONSIDERANDO o prazo estabelecido estatutariamente para convocação da Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo anual, para emitir parecer sobre o relatório da sua diretoria, bem como balanço, as contas pareceres do Conselho Fiscal e dos Auditores Independentes prevista no art. 51, I, “a)” e “b)”;

CONSIDERANDO o prazo estabelecido estatutariamente para convocação da Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo trienal, para eleger e empossar os membros de sua diretoria, prevista no art. 51, II;

CONSIDERANDO o prazo estabelecido estatutariamente para convocação da Assembleia Geral Ordinária anual,  para apreciar o parecer da Comissão Fiscal e Julgar o Balanço e as contas da Diretoria Executiva, prevista no art. 37,I;

CONSIDERANDO o prazo estabelecido estatutariamente para convocação da Assembleia Geral Ordinária trienal, para eleger: a) metade dos membros para o Conselho Deliberativo para um período de 06 (seis) anos, b) os Membros da Comissão Fiscal c) os Membros da Comissão de Sindicância, prevista no art. 37,II;

CONSIDERANDO o prazo estabelecido estatutariamente para registro de chapa dos candidatos à diretoria Executiva na Secretaria do C.E prevista no art. 86, §1º.

RESOLVE

Art. 1º. Suspender a realização dos eventos previstos nos artigos 37 inciso I; 37 inciso II; 51, inciso I, alínea “a)” e alínea “b)”, 51 inciso II; e 86, §1º do Estatuto do Centro Espanhol  por 90 (noventa) dias podendo ser prorrogado por igual período, caso haja mudança do cenário epidemiológico que justifique tal medida, com possibilidade de revisão a qualquer tempo;

Parágrafo único. Na hipótese da modificação do cenário que viabilize a realização dos compromissos estatutários previstos no caput, serão estabelecidas novas datas limite, bem como, dada a devida publicidade às determinações, para que os responsáveis possam fazer os encaminhamentos de praxe, levando em consideração as diretrizes estatutárias e os princípios democráticos.

Art. 2. Esta Deliberação entra em vigor na data de sua divulgação.

PRESIDÊNCIA DA DIRETORIA EXECUTIVA DO CENTRO ESPANHOL, em 19 de março de 2020.

MARCOS CAL AMORIN
Presidente do Centro Espanhol